Home  :  Blog  :  Produzir & Conservar

A ONG que virou empresa mas mantém o mesmo ideal

De olho no legado e foco no futuro, Aliança da Terra se transforma em Produzindo Certo, mas mantém propósito de ONG para levar assistência técnica, informação e transparência para multiplicar o número de agricultores, pecuaristas e empresas comprometidas com o agronegócio responsável

Ao longo dos últimos 16 anos a equipe da Aliança da Terra atravessou milhares de porteiras no interior do Brasil. Olhou nos olhos e apertou as mãos de milhares de agricultores e pecuaristas. E conheceu de perto cada detalhe de suas propriedades. Para mais de 1.500 deles (e também para algumas das principais empresas do agronegócio no país) foram encontros transformadores. Organização não governamental (ONG) que tinha como missão a disseminação de boas práticas agropecuárias, com respeito ao meio ambiente e às pessoas, a Aliança abriu caminho para a aproximação de produtores e empresas que buscavam um equilíbrio entre suas atividades e a preservação ambiental, sem deixar de lado a melhoria das condições de trabalho e, é claro, do resultado financeiro de cada propriedade.

Essa missão tornou-se um propósito e a ONG, agora, é uma empresa. A partir desse legado e dos desafios crescentes do agronegócio, a Aliança se transformou em Produzindo Certo. O nome, que antes batizava a plataforma de avaliação das fazendas e de assistência técnica para seus proprietários, hoje representa a nova fase desse trabalho, que visa a transformação de cadeias do agronegócio, aproximando produtores e empresas comprometidos com a correta gestão dos recursos naturais e respeito à sociedade.

História da ONG que virou empresa

Com as raízes fincadas no campo, a ONG Aliança da Terra foi formada por produtores rurais do Centro-Oeste que entenderam a necessidade de buscar conhecimento e soluções conjuntas a desafios como a adaptação à legislação ambiental, o combate a incêndios florestais e a demanda cada vez maior do mercado por transparência e boas práticas produtivas. O objetivo era desmitificar o conceito de sustentabilidade para o produtor, com base na realidade do campo, e agregar valor.

Ano a ano, o trabalho se expandiu de forma consistente. Assim, a Produzindo Certo já nasce com a responsabilidade de monitorar quase 5 milhões de hectares de área rural nas cinco regiões do Brasil, sendo cerca de 2,1 milhões de hectares formados por áreas protegidas de vegetal nativa. São 1.500 propriedades entre agricultura e pecuária, onde trabalham 20 mil pessoas, e cujas ações socioambientais ajudaram a evitar a emissão de 1,5 bilhão de toneladas de CO2 na atmosfera.

“Temos um modelo testado a aprovado por algumas das principais empresas do agronegócio, que pode ganhar escala e multiplicar os benefícios. Queremos buscar novos investimentos e parcerias com indústrias de segmentos como alimentos, insumos, bens de consumo e instituições financeiras, que possuem relacionamento com a mesma rede de produtores para potencializar os resultados e aumentar a performance socioambiental no campo. Assim, o produtor recebe sem custo a avaliação e o plano de melhorias, e arca com os custos das adequações necessárias”, explica Aline Locks, CEO da Produzindo Certo.

O foco no processo e na assistência técnica a agricultores e pecuaristas é um dos diferenciais da Produzindo Certo. O conhecimento da realidade dos trabalhadores da terra, que está na origem da empresa, facilita a construção de relações de confiança. As avaliações identificam os pontos sensíveis e o produtor, sem a pressão de sanções negativas, se compromete, dentro de suas condições, a implementar adequações e concorda com o monitoramento do seu progresso. O acompanhamento anual permite que as melhorias contínuas e a evolução sejam parametrizadas e verificadas.

Um dos exemplos dessa convergência e dos benefícios na cadeia é a parceria com a Unilever. O apoio a cerca de 70 agricultores resultou no fornecimento de 1 milhão de toneladas de soja com certificação RTRS (Round Table on Responsible Soy) em quatro anos, além de mais de 1,1 mil quilômetro de cursos de água e 5,9 mil hectares de matas ciliares preservados. Ainda como parte das ações da ONG Aliança da Terra, o programa Produzindo Certo selecionou e apoiou os agricultores na preparação para a obtenção da certificação, fundamental para a Unilever cumprir seu compromisso de compra de soja cultivada a partir de critérios responsáveis. Inspiradas pelos resultados, outras empresas se engajaram à iniciativa: Bayer e Yara promoveram melhores práticas no uso de seus agroquímicos e o banco Santander considerou a avaliação da Produzindo Certo na análise de risco socioambiental para concessão de crédito aos produtores participantes da iniciativa.

Com a trader ADM, parceira desde 2009, boas práticas de produção de soja foram implementadas em quase 450 propriedades, cobrindo mais de 1,4 milhão de hectares. A metodologia Produzindo Certo também foi protagonista em parcerias com o Grupo Pão de Açúcar para a cadeia da carne bovina, entre outros trabalhos.

PRODUZINDO CERTO EM AÇÃO

Estar próximo do produtor é condição compulsória no propósito da Produzindo Certo. Os especialistas da empresa visitam as propriedades e avaliam pelo menos 70 indicadores que analisam aspectos como conservação do solo e da vegetação nativa, uso de defensivos agrícolas e fertilizantes, metodologias de prevenção a incêndio, plano de gestão de resíduos, regularização ambiental e trabalhista, entre outros. As ferramentas de avaliação e monitoramento consideram os melhores protocolos da agricultura responsável, sendo um facilitador de processos de auditoria ou certificações. Elas também são adaptadas às principais cadeias do agronegócio como soja, milho, algodão, tabaco, pecuária, entre outras.

“O produtor e o cliente conseguem identificar com segurança os pontos sensíveis e o caminho para a evolução. Com melhor entendimento, fica mais fácil cumprir os objetivos, que vão desde o cálculo exato das áreas destinadas à reserva legal, o uso correto e o armazenamento de agroquímicos, como isolar as áreas de proteção permanente (APP) e conservar as nascentes de rios, qual a melhor infraestrutura para vestiários e dormitórios dos trabalhadores”, exemplifica Charlton Jahn Lock, o diretor de operações (COO) da Produzindo Certo. No programa em parceria com a Unilever, por exemplo, os 70 produtores participantes investiram cerca de R$ 1,4 milhão, ao longo de quatro anos, em melhorias nas fazendas.

Além de mais transparência na relação entre empresas e produtores, o trabalho ainda abre novos mercados para os agricultores e pecuaristas. Produtores cadastrados na plataforma se credenciam a se tornar fornecedores das companhias que buscam, através da Produzindo Certo, qualificar suas cadeias produtivas a partir dos melhores parâmetros socioambientais. Muitas dessas empresas estão dispostas a pagar prêmios pela produção responsável.

A tecnologia é presença constante nesse processo e está sendo aprimorada. A empresa investiu no desenvolvimento do novo sistema Produzindo Certo, uma ferramenta voltada a digitalizar os processos de suas equipes e o relacionamento com os clientes, sejam empresas ou produtores. As empresas, por exemplo, podem acompanhar através dele a situação nas propriedades que formam a sua cadeia fornecedora e o avanço nos indicadores socioambientais e produtivos pré-definidos, tudo de forma virtual. Saiba mais aqui.

SOLUÇÕES PRODUZINDO CERTO

A Produzindo Certo desenhou serviços que se ajustam à necessidade de seus clientes, permitindo o conhecimento, o monitoramento e a transformação da cadeia fornecedora. Essas informações são fundamentais para aproximar as empresas do campo, auxiliar na tomada de decisão e gerar melhorias socioambientais e produtivas. Voltados tanto para clientes corporativos quanto para os produtores rurais, as ferramentas da Produzindo Certo unem o melhor da tecnologia com a essência do trabalho de campo e foram agrupadas em três diferentes soluções, uma para cada perfil de público e necessidade.

  • Produzindo Certo Consulta – Saiba em tempo real aos riscos socioambientais de sua propriedade ou de toda sua cadeia de fornecimento.
  • Produzindo Certo Gestão – Coloque sua propriedade rural ou sua cadeia de fornecimento em dia com as melhores práticas e normas socioambientais do mercado.
  • Produzindo Certo Cadeia de valor – Encontre os melhores processos e parceiros para reestruturar as cadeias de fornecimento da sua empresa a partir de uma rede de produtores verificados.



Publicado em 16/07/2020.

Continue lendo as matérias abaixo...